Sustentabilidade na arquitetura e engenharia

A sustentabilidade tem sido um assunto cada vez mais em alta em todos os aspectos da vida. Os consumidores buscam recursos que sejam mais econômicos, amigáveis à natureza, biodegradáveis. Um exemplo é a onda dos canudos metálicos ou reutilizáveis, em prol de evitar o despejo incorreto desse material no mar causando a morte de diversos animais. A construção civil é uma das atividades que mais produz rejeitos e resíduos que se transformam em lixo e poluição ambiental. Por isso, pensando no contexto de mudança de mentalidade dos consumidores, é hora de focar em projetos mais sustentáveis.

É importante pensar que as pessoas que estão buscando por imóveis e que irão se tornar clientes da sua construtora, incorporadora ou escritório de arquitetura estão antenadas nessas atualizações e buscando conhecer sempre os seus fornecedores. Assim, para a sua empresa, o melhor é estar sempre atualizada sobre as melhores práticas relativas à sustentabilidade para conquistar esses clientes, aumentar o valor dos imóveis e, de quebra, melhorar a imagem do seu negócio.

Confira neste artigo algumas dicas de como identificar as principais características de negócios sustentáveis e de como aplicar boas práticas neste sentido no dia a dia da sua empresa.


Tripé da sustentabilidade


A sustentabilidade é um conceito que se refere à capacidade de sustentação de um processo ou sistema, e para atingir este objetivo, se embasa em três pontos principais: ambiental, social e econômica. Sendo assim esses aspectos formam o que conhecemos como tripé da sustentabilidade, e norteiam o desenvolvimento de produtos que visam ser cada vez mais amigáveis à natureza e duráveis sem serem danosos ao meio, às pessoas e à economia.

O principal exemplo de como esse conceito é aplicado à arquitetura e engenharia pode ser percebido pelo aumento da tendência de Green Building, ou seja, a implementação de responsabilidade econômica e sócio-ambiental na construção civil. Hoje o conselho que regula e educa o mercado a respeito deste assunto é o Green Building Council Brasil (GBC). As principais temáticas abordadas nesse tipo de debate em torno da construção sustentável são:

Eficiência energética e hídrica para redução de impacto ambiental;

Melhoria da qualidade de vida;

Bioclimatologia (adequação de projetos de arquitetura ao clima local da obra).

Ao pensar em uma obra que leva em consideração o consumo de energia elétrica e de água que será praticado naquele imóvel, e ao considerar alternativas para favorecer a iluminação natural, a instalação de placas solares ou o reaproveitamento da água da chuva, já é um exemplo de prática de sustentabilidade na arquitetura e engenharia.

Outra forma de colocar isso em prática é por meio da utilização de novos materiais, desenvolvidos com técnicas sustentáveis e que promovem maior eficiência energética, funcionando como reguladores térmicos e acústicos. Alguns exemplos são os drywalls, que ocupam menor espaço e reduzem também o tempo de duração da obra; vidros inteligentes, que atuam na promoção de iluminação natural pelo maior tempo possível, reduzindo gastos com energia elétrica, e na redução do calor que entra, economizando também no ar condicionado. Concreto reciclado, tijolos ecológicos, blocos de adobe (mistura de água, terra e fibras naturais), lâmpadas de led e tintas, colas, impermeabilizantes ou solventes biodegradáveis também são formas possíveis de praticar uma construção civil mais sustentável.


Tecnologia a favor da sustentabilidade


Quando pensamos em sustentabilidade, dificilmente relacionamos isso a qualquer possibilidade de incluir tecnologia, já que ela costuma custar caro e trazer gastos energéticos. No entanto, pense em um regulador térmico com inteligência artificial, que identifica a temperatura do ambiente e consegue tomar decisões de ligar, desligar, aumentar ou abaixar a temperatura sozinho, ou iluminação inteligente com sensores térmicos, de luz e de presença. Estas são excelente maneira por meio da qual a tecnologia pode ser incluída em projetos de arquitetura para serem mais sustentáveis.

Outra possibilidade de aproveitar a tecnologia em prol de evitar o desperdício de recursos e a construção desnecessária de decorações é implementar na sua empresa projetos imobiliários 3D, como maquetes eletrônicas. Por meio deste recurso você consegue simular digitalmente uma imersão do cliente no imóvel somente por meio do smartphone, tablet ou notebook, sem precisar gastar com a montagem de móveis, que promovem rejeitos, e com o deslocamento dos corretores até o imóvel, reduzindo o consumo de combustível e contribuindo para um menor número de veículos na estrada.


Normativas e incentivos fiscais


Não somente os seus potenciais clientes estão antenados às demandas por sustentabilidade do nosso mundo atual, mas também demais stakeholders do seu negócio, como o Governo e os investidores. A redução do desperdício está em pauta constantemente, considerando que os recursos estão escassos, tanto financeiros quanto naturais. Após muitos anos de luta, hoje existem leis e normas que regulam a atuação humana e protegem o meio ambiente.

Começando pelo descarte correto do lixo produzido nas obras, passando pelas características de implantação sustentável, eficiência hídrica e energética previstas no projeto, até o conforto ambiental levando em conta as condições geográficas do local e a necessidade de interação com outras obras nos arredores para a diminuição de impactos. Todos esses pontos são regulamentados e precisam ser seguidos para obras sustentáveis. Existem informações disponíveis e certificações que as empresas podem tirar para comprovar que se preocupam com o meio ambiente, com a sociedade e com a economia do nosso país para, assim, conquistar clientes engajados também com estas causas.


O planeta está aquecendo e estamos esgotando aos poucos nossos recursos naturais. Por isso a questão da sustentabilidade bem com tanta força e é tão necessária para que possamos continuar evoluindo, porém respeitando nosso planeta. Prestar atenção nestes aspectos e agir de acordo com eles vai agregar muito mais valor para a sua empresa e te tornar uma referência no assunto, trazendo ainda mais clientes. Prontos para pensar em sustentabilidade na arquitetura e engenharia com mais carinho? Então continue seguindo o nosso blog e fique por dentro do que vamos apresentar nas próximas semanas!

Sua Maquete Eletrônica Ltda., CNPJ: 29.827.934/0001-83

R. Leopoldo Couto de Magalhães Jr. 1442 Itaim Bibi São Paulo-SP

contato@suamaqueteeletronica.com.br | Tel: (11) 3136-0841 | Whatsapp: (11) 9.8133-0841

Acesse aqui nossos Termos & Condições 

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • LinkedIn - círculo cinza